SANTIAGO, CHILE – UMA CIDADE SIMPLES E AMIGÁVEL

Santiago no Chile foi a primeira escala que fiz fora da “terra brasilis” e havia obviamente uma grande expectativa de como seria. Outro país, outra cultura e outros costumes. Realmente um campo novo que se abria. E o mais interessante é que todo viajante de primeira viagem com o passar do tempo percebe que algumas “barreiras psicológicas” vão sendo superadas. No fundo, tudo não passa de uma viagem como qualquer outra, logisticamente falando, e assim que você descobre que o mundo é apenas um grande quintal não quer mais parar de conhecê-lo. E Santiago é uma boa porta de entrada.

04.Concha y Toro - Fundada em 1883 e entre as 10 marcas de vinho mais famosas do mundoJá de início parta para conhecer umas das mais importantes vinícolas das Américas, a Vinícola Concha y Toro, fundada em 1883 e que está entre as 10 marcas de vinhos mais famosas do mundo. O lugar é muito bonito, com grandes campos verdes e a antiga casa do fundador, Don Melchor Concha y Toro. No local o visitante conhece alguns vinhedos, o processo de elaboração do vinho e os locais de armazenagem e maturação sendo um deles o local do místico Casillero del Diablo, o vinho de maior fama internacional da vinícola. Reza a lenda que, antigamente, para evitar que as garrafas de vinho “sumissem” foi inventada uma lenda de que toda vez que isso ocorresse o diabo apareceria para pegar o culpado. Até que deu certo e hoje podemos dar um “tchau” para ele!!! Durante a visita são feitas degustações de dois vinhos e ao final uma simpática lojinha convida para algumas compras. Para quem gosta de um bom vinho essa visita é obrigatória. Só é preciso agendar com antecedência através do site da empresa e as visitas podem ser em inglês ou espanhol.

Depois da vinícula, tire um tempo para passear pela cidade e conhecer dois locais interessantes: La Chascona e o Cerro San Cristóbal.

DSC02228A La Chascona era a casa do poeta mais famoso do Chile, Pablo Neruda. Na verdade, o poeta tinha 03 casas. As outras duas ficam em Valparaíso e Isla Negra sendo esta última a preferida dele. La Chascona possui esse nome em homenagem à Matilde Urrutia, um amor secreto do poeta. Foi construída em 1953 e em 1955, quando o poeta se separou da então mulher, foi morar em definitivo na La Chascona. É uma casa formada de vários anexos criando um lugar muito agradável e lá se descobre um fato curioso: Pablo Neruda era um pseudônimo. O verdadeiro nome do poeta era Neftali Reyes Basoalto. Esse pseudônimo adotado por ele foi inspirado em outro poeta, o tcheco Jan Neruda. Não deixe de ir ao lugar que só pode ser conhecido através de visitas guiadas.

42.Santiago vista de cimaO Cerro San Cristóbal é um monte com uma bela vista de Santiago, mas por pouco não consegui  porque havia uma greve dos funcionários do parque – essas coisas acontecem – e disseram que seria impossível subir. Já havia desistido quando apareceu um solitário mochileiro israelense que disse que havia outra entrada – a entrada do teleférico – e que estava funcionando. Os grevistas nem mencionaram isso !!! Pelo menos deu certo. O teleférico leva ao alto do cerro onde é possível ficar contemplando Santiago aos pés da estátua da Virgem de la Imaculada. E como mencionei no início sobre as “barreiras psicológicas”, o fato de ter conhecido esse mochileiro de israel fez com que eu percebesse que as fronteiras do mundo são meras formalidades. No caso dele, um viajante que decidiu conhecer a América do Sul, colocou a mochila nas costas e partiu sozinho para desbravar essas terras. E isso eu também vi nas filas de embarque nos aeroportos europeus, ou seja, viajar pelo mundo não é esse “bicho complicado” que muita gente pensa e eu mesmo tive o privilégio de dar uma volta pelo Leste Europeu sozinho – uma experiencia bem diferente e muito interessante.

54.Um das iguarias típicas do Chile

Uma das iguarias típicas do Chile

Devaneios à parte, tire uma parte do dia para passear pelo centro de Santiago. Uma cidade bem bonita e que reflete o aspecto da colonização espanhola em seus prédios e ruas. Como destaques conheça a catedral de Santiago, o Museu de Arte Precolombino, o Palácio La Moneda – não foi possível visitá-lo porque o presidente do México estava em visita oficial e por isso o palácio estava fechado para visitas -, e o Mercado Central. Aliás, é no Mercado Central que a culinária chilena tem o seu destaque. Nesse local você deve parar para almoçar e provar uma das iguarias do lugar: um carangueijo gigante chamado Centolla. Nesse mercado existem diversos restaurantes especializados – muito fortes em peixes e crustáceos pescados no Oceano Pacífico -, mas os funcionários ficam “caçando” os clientes. Uma verdadeira chatice!!! Mas visitar o local é obrigatório e delicioso.

58.Restaurante Giratório - fica no 16º andar do prédioPara uma refeição mais refinada, e fora do Mercado Central, aposte no restaurante Giratorio. Ele fica no último andar – o 16º – de um dos prédios mais altos da cidade e, enquanto você está saboreando uma deliciosa refeição acompanhada de um ótimo vinho, o restaurante fica girando lentamente e toda a cidade   fica literalmente aos seus pés. Um bom fim de noite. Só faça a reserva antes. Pode ser que você não tenha a sorte que tive de arranjar uma boa mesa em cima da hora.

Santiago se mostra de uma forma simples e amigável. Perfeita para uma visita de três ou quatro dias que nunca mais irão sair de sua mente. E na viagem de volta uma das cenas mais marcantes vista da janela do avião: a deslumbrante Cordilheira dos Andes.

117.Cordilheira dos Andes vista do avião

Quem quiser ver as fotos de Santiago, basta acessar os links abaixo:

Vinícola Concha y Toro // La Chascona e Cerro San Cristobal // Centro de Santiago

SERVIÇO:

VINÍCOLA CONCHA Y TORO – Avda Virginia Subercaseaux, 210 – Pirque (Região Metropolitana de Santiago). www.conchaytoro.com.

LA CHASCONA – Calle Fernando Márquez de la Plata, 0192, Barrio Bellavista. www.fundacionneruda.org.

MERCADO CENTRAL – Calle San Pablo, 967 – www.mercadocentral.cl.

GIRATORIO – Avda 11 de Septiembre, 2250 – 16º andar, Barrio Providencia. www.giratorio.cl.

OUTROS POSTS DE INTERESSE:

85.Relógio das Flores - Viña del Mar

VALPARAÍSO E VIÑA DEL MAR, CHILE – APENAS SE SOBRAR TEMPO E DEPOIS DE PENSAR DUAS VEZES

Esse post foi publicado em Santiago e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para SANTIAGO, CHILE – UMA CIDADE SIMPLES E AMIGÁVEL

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s